A função paterna assume um valor fundamental no processo de constituição do sujeito, podendo-se perceber que essa influência se dá em termos de função, não sendo necessariamente, desempenhada pelo pai biológico, mas pela figura que ocupa esse lugar.  Observa-se, atualmente, que os laços sociais modernos dispensaram o pai de sua função mais essencial, que segundo a psicanálise, é a formação do desenvolvimento psíquico do ser humano. É através das simbolizações e contextualizações, que a criança se torna capaz de internalizar as “leis do pai”, da moral e da cultura. A nível de aprendizagem, a organização psíquica permite o desenvolvimento do pensamento lógico-operatório, condição para a aprendizagem da leitura e da escrita, para a aquisição da noção de número e das operações matemáticas. Os efeitos experimentados frente a ausência da função paterna, cabe destacar que falamos à nível de função e, não de ausência de pai, se traduzem em diversas situações, podendo manifestar-se, principalmente no ambiente escolar, na queixa do fracasso escolar e, fazendo-se presente em todas as atividades da criança que exigem autonomia, disciplina e responsabilidade. Nada mais normal, que a escola represente o desfecho, dessa realidade, pois é o espaço físico onde se concentram os problemas sociais. A não concretização da função paterna, nos leva ao questionamento de quem deverá assumir o papel de terceiro na constituição desse sujeito. Caberá uma nova organização da família? Da escola? Da cultura? Ou uma resinificação do papel de pai? De quem é esse papel?. É entendendo a importância que a função paterna exerce na formação da criança e, na sua inscrição como sujeito, que poderemos auxiliá-las, no desenvolvimento da autonomia, do senso de responsabilidade, ajudando a torná-las sujeitos desejantes de sua aprendizagem.

Psicopedagoga Tatiana Jeckel – Psicóloga 07/ 06247

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *